Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rostos Santacombadenses

... dar voz aos filhos de Santa Comba Dão!

Rostos Santacombadenses

... dar voz aos filhos de Santa Comba Dão!

Luís Marques Ferreira

luís marinheiro.jpg

O chapéu era a sua imagem de marca, só o tiraria para dormir ou quando se sentava na cadeira do barbeiro. Aos domingos e dias de festa, Luís "Marinheiro" encostava a enxada da labuta diária e descia viaduto abaixo da sua casa no Pinhal da Bica até ao "povoado". A cabeça ornamentada pelo chapéu inclinado para o lado direito eram a cereja no alto da distinção.
Luís Marques Ferreira nasceu em Santa Comba Dão no ano de 1916 e neste dia de 24 de Fevereiro completaria 99 anos. Em terra bem afastada do mar, herdou a curiosa alcunha de "marinheiro" de seu pai, António Marques, que foi na verdade marinheiro aquando do cumprimento do serviço militar. A alcunha solidificou em Luís e dele foi transmitida à vasta família dos Marinheiros. Com orgulho a ostentam como nos foi dito pela descendente que nos enviou os dados. Luís casou com Maria do Rosário Rodrigues, uma mortaguense nascida em Cercosa, e da união nasceram sete filhos, Natália, Fernando, João, Conceição, Madalena, António e José, os dois últimos já falecidos.
Cansado de uma vida totalmente dedicada ao amanho das terras repartida pelo "dia-fora" para outros ao cultivo das que trazia como suas nos Carvalhais [perto das Fontainhas], nas Hortas [junto ao Louriçal] e nos Vales [entre o Pinhal da Bica e a Cabrita], Ti Luís Marinheiro deixou-nos em 1986.
... informações prestadas por sua neta Lurdes.

Luís Marques Ferreira no facebook