Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rostos Santacombadenses

... dar voz aos filhos de Santa Comba Dão!

Rostos Santacombadenses

... dar voz aos filhos de Santa Comba Dão!

Celestino Dias de Figueiredo

Celestino Dias de Figueiredo.jpgDe alcunha " "o Serrote", nasceu nesta cidade no seio de uma familia humilde, mas muito respeitada, " os Cabideques ". Filho de pai barbeiro/carcereiro, cedo seguiu as pisadas do pai e irmãos, na arte da barbearia. Era vê-lo, ora no estabelecimento a ajudar o pai, ou com a maleta dos apetrechos da arte do corte de cabelo e barba ao domicilio. Mas nem sempre foi assim, já com alguma idade veio a enveredar também, pela profissão de ajudante de trolha, mas por pouco tempo. Amigo do seu amigo, o Celestino "Serrote", adorava também o convívio, a pesca desportiva à cana,, o petisco e o seu "copito". Era nessas "alturas", e com os seus inconfundíveis òculos, que gostava de ser saudado por "TININHO", rematando logo com braços no ar, dois passos à "Vira do Minho" e um par de assobiadelas rouquenhas. Tinha por hábito contar as suas "histórias", como a que, um dia resolveu pôr termo à vida debaixo do comboio, lá para os lados da Ponte Vale da Loba. Assim fez, colocou o pescoço no carril, mas ao ouvir o comboio ao longe, " foge serrote, foge serrote, foge serrote" , deu às "de Vila Diogo", não fosse ali perder a sua preciosa vida, debaixo de um "bicho" tão pesado. Luziam-lhe os olhos quando recordava a dança que teve com a mulher de um embaixador, não sei das quantas, que tinha vindo a um casamento da "alta" cá do burgo, e para o qual foi convidado pelo pai da noiva, seu amigo. Era assim o amigo Celestino "Serrote", que durante décadas e como figura típica e descomprometida, dava alegria às ruas da baixa de Santa Comba. Muito apegado à sua mãe Carlota, nunca constituiu familia, nem abandonou a casa que o viu nascer, na Rua Gago Coutinho.

Celestino Figueiredo no facebook