Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rostos Santacombadenses

... dar voz aos filhos de Santa Comba Dão!

Rostos Santacombadenses

... dar voz aos filhos de Santa Comba Dão!

António José Marques Cordeiro

tónio-zé cordeiro.jpg

António José Marques Cordeiro, nasceu em Santa Comba Dão, aos 21 dias do mês de Fevereiro de 1940, era filho de António Cordeiro e Cacilda Marques da Costa.Casou com Ludovina Mateus Alves Cordeiro e do enlace nasceram Margarida e Célia Cordeiro.
Filho de comerciantes, proprietários de estabelecimento de mercearias e tecidos, bem como da Funerária Cordeiro, Tónio Zé depressa se adaptou ao negócio da família, sendo o braço direito do pai, até à sua ida para o exército.
Foi também um excelente jogador de futebol, vestindo durante alguns anos, a camisola negra do Desportivo.
No Exército dada a sua estatura, tinha "caparro" que chegue, é chamado para as alas da Policia Militar e mobilizado para o ultramar.
De regresso e não perdendo o hábito comercial, abre loja e oficina de móveis e assume a gerência da funerária.
Com a idade avançada dos pais, acaba por tomar conta de todo o negócio, juntamente com sua esposa Loduvina.
Um amante da caça,, praticamente não perdia um domingo, e quando havia futebol no Estádio de Faria, interrompia o "hobi" e era vê-lo no lado nascente do citado recinto, a "azucrinar"a paciência dos fiscais de baliza, não fossem eles prejudicar o seu Santacombadense.
Em 1972, é chamado para o lugar de adjunto do comando dos Bombeiros Voluntários de Santa Comba Dão, lugar que desempenha durante três anos, com garbo e sabedoria.
A vida corria-lhe de feição, amigo do seu amigo, dava facilidades às pessoas de confiança, na aquisição de móveis e outros, mesmo apanhando alguns dissabores.
Contudo, na madrugada do dia 22 de Novembro de 1986, morre repentinamente, vitima de doença súbita e deixa-nos aos 46 anos de idade.
A sua morte, provoca profunda dor à família e a toda uma comunidade local e não só, sendo o seu funeral uma grande manifestação de pesar.
Ainda hoje, está bem viva a personalidade que foi o Tónio Zé Cordeiro, sendo recordado por todos os habitantes da Cidade, como um bom "ROSTO SANTACOMBADENSE ".

Dados: Margarida Cordeiro/Foto e texto:E. Branquinho

António José Cordeiro no facebook