Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rostos Santacombadenses

... dar voz aos filhos de Santa Comba Dão!

Rostos Santacombadenses

... dar voz aos filhos de Santa Comba Dão!

Adilson Lemos de Almeida

adilson.jpg

Curioso caso de um cidadão que nasceu brasileiro e cumpriu serviço militar por Portugal, chegando a ser mobilizado para a Guerra Colonial. Filho de Edgard Corrêa de Almeida e Odete Lemos de Almeida, Adilson nasceu no Rio de Janeiro [freguesia de Inhaúma] em Dezembro de 1943. Ainda criança rumou a Portugal pela mão de seus avós paternos José Corrêa de Almeida e Josepha Moraes de Almeida [grafia como consta no assento de nascimento de Adilson] e fixou-se na ditosa Santa Comba Dão. Ainda jovem tornou-se funcionário da Agência de Viagens Franco propriedade de José Sousa Franco e em cuja residência o Adilson habitava.
Muito popular, o Adilson era um "cara" reinadio que contagiava os pares com a sua alegria. Prestável, era a ele que muitos recorriam quando necessitavam da redacção de uma carta em termos formais. Chegou a envergar a camisola preta do Desportivo Santacombadense e a fazer parte do seu elenco directivo. Quiçá por influência dos seus "genes brasileiros", o Adilson deixou-nos ainda legado na música. Estão bem na memória dos que assistiram às exibições nas festas e bailaricos do burgo, os seus malabarismos com as baquetas na bateria do Quinteto Avenida, um agrupamento musical que formou com mais quatro amigos, Rocha, José Costa [Zé do Canto], Ferreira [da Sonap] e Rui [da Adelina]. Ficou precocemente viúvo de um primeiro casamento que lhe deu um filho, veio a casar segunda vez e faleceu em Março de 1993.

... agradecimento ao Manuel Evangelista e à Mila Ramos.
Adilson Almeida no facebook