Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rostos Santacombadenses

... dar voz aos filhos de Santa Comba Dão!

Rostos Santacombadenses

... dar voz aos filhos de Santa Comba Dão!

José Correia dos Santos

zé correia.jpg

Da família dos "Correias", José Correia dos Santos nasceu em Santa Comba Dão no ano de 1874. Foi emigrante no Brasil, em Belo Horizonte, Estado de Minas Gerais, onde teve negócio de sapataria tendo como sócio um irmão, irmão este que era pai, entre outros, de José César Correia Pinto que teve estabelecimento de livraria no Largo do Balcão e de Fernando Correia Pinto que continuou o negócio de Ayres de Almeida na Mouzinho de Albuquerque. De regresso às origens, José Correia, como era popularmente conhecido, foi tesoureiro em dependência da Caixa Geral de Depósitos instalada numa loja da casa de sua propriedade sita no Largo do Balcão, onde anos mais tarde viria a funcionar a ourivesaria e relojoaria de Germano Alves.
Do seu casamento com Olinda de Jesus Oliveira, natural do Vimieiro, não houve descendentes, mas o casal tomou a seu cargo a criação de uma sobrinha de D. Olinda, Maria Olinda Oliveira, mais conhecida pelas gentes santacombadenses como Lindita e que posteriormente viria a contrair matrimónio com Jorge Neves do Café Tonel.
Pessoa estimada e benemérito, José Correia dos Santos deixou para todo o sempre o seu nome ligado a Santa Comba Dão, já que foi um dos fundadores do Hospital da Santa Casa da Misericórdia [construído no início dos anos 50] e as suas acções de beneficência estendiam-se também à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários. Ainda hoje os seus herdeiros mantêm o seu nome como associado número um daquela associação.
José Correia viria a falecer com 93 anos de idade no ano de 1967.

... dados fornecidos por Lindita Oliveira Neves

José Correia no facebook